Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Chefe do Exército da Argélia alerta sobre tentativas de minar a unidade nacional

Estudantes argelinos protestam contra as eleições parlamentares marcadas para 12 de junho em Argel, Argélia, em 23 de março de 2021 [Mousaab Rouibi/Agência Anadolu]
Estudantes argelinos protestam contra as eleições parlamentares marcadas para 12 de junho em Argel, Argélia, em 23 de março de 2021 [Mousaab Rouibi/Agência Anadolu]

O chefe do Estado-Maior do Exército da Argélia, tenente-general Saïd Chengriha, alertou ontem aqueles que ele descreveu como “aventureiros” contra tentar minar a unidade nacional, enfatizando que o Exército permanecerá firme contra eles.

“Aproveito esta oportunidade para alertar os aventureiros em todos os espectros ideológicos e origens, contra tentar minar a unidade nacional, e dizemos a eles que nós, no Exército Nacional do Povo, confrontaremos com firmeza e força qualquer um que pretenda mexer nas fundações da nação, e nós trabalharemos incansavelmente para expor seus planos desprezíveis à opinião pública nacional”, disse Chengriha.

“Acreditamos categoricamente que a unidade nacional é o farol que ilumina o nosso caminho e fortalece a nossa determinação sempre que as crises e tribulações se intensificam”, continuou, acrescentando que é “a garantia mais segura para a construção de uma Argélia nova, forte, unida, avançada, leal aos valores de nossos ancestrais ilustres e seus ideais”.

O general Chengriha destacou que “todo o povo argelino deve mostrar grande vigilância e alto patriotismo, além de zelar pela preservação da unidade nacional, territorial e popular”.

LEIA: Argélia se recusa a pedir empréstimo ao FMI

Categorias
ÁfricaArgéliaNotícia
Show Comments
Show Comments