Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Israel destruiu a “torre Aljalaa” que abriga jornalistas internacionais e agências de notícias

As forças de ocupação israelenses alvejaram a “Torre Aljalaa” na Cidade de Gaza, que é uma torre muito famosa na Faixa de Gaza porque abriga agências de notícias árabes e internacionais, incluindo a Agência de Imprensa Francesa, a rede Qatari Al-Jazeera, France Press, the American News Agência e demais assessorias de imprensa.

A torre abriga um grande número de consultórios de advogados e médicos, além de muitos apartamentos.

Depois de ser alvo de mais de quatro mísseis, o prédio desabou completamente.

Um dos oficiais da ocupação israelense avisou o gerente da torre antes de bombardeá-la por meio de um telefonema, o gerente da torre tentou persuadir o agente a dar um quarto de hora para as agências de notícias evacuarem seus escritórios e para os residentes tiraram o que puderam de suas casas, mas o policial não concordou, e isso diretamente em muitos canais de TV.

Um comunicado do exército israelense disse que a torre inclui agências de notícias e jornalistas que cobrem o Hamas, usdos como escudos humanos. Isso é negado pelo Hamas, de acordo com declarações da mídia hoje.

Recentemente, as forças israelenses bombardearam várias torres residenciais na Faixa de Gaza, as mais importantes das quais foram a “torre Al Jawhara” e a “torre Hanadi”, após alvejá-las diretamente pela aeronave israelense.

Gaza também acordou hoje com o impacto de um novo massacre esta manhã contra civis, matando dez civis, sendo oito crianças e duas mulheres. O Ministério da Saúde palestino indicou que o número de vítimas da agressão israelense até agora chegou a 139 mártires , incluindo 39 crianças, 22 mulheres e mais de 1.000 feridos.

LEIA: Al-Qassam ameaça atacar Tel Aviv caso Israel atinja edifícios civis em Gaza

Categorias
Ásia & AméricasCatarEstados UnidosEuropa & RússiaFrançaIsraelNotíciaOriente MédioPalestinaVídeos & Fotojornalismo
Show Comments
Show Comments