Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Para Khamenei, o declínio de Israel começou

O líder supremo iraniano, Ali Khamenei, se dirige às pessoas por meio de uma transmissão ao vivo na televisão estatal por ocasião do aniversário dos protestos de Qom de 1978 em Teerã, Irã, em 8 de janeiro de 2021 [Gabinete de Imprensa do Líder Iraniano/Agência Anadolu]
O líder supremo iraniano, Ali Khamenei, se dirige às pessoas por meio de uma transmissão ao vivo na televisão estatal por ocasião do aniversário dos protestos de Qom de 1978 em Teerã, Irã, em 8 de janeiro de 2021 [Gabinete de Imprensa do Líder Iraniano/Agência Anadolu]

O líder supremo iraniano, aiatolá Ali Khamenei, anunciou na sexta-feira: “O declínio do regime sionista inimigo começou e não vai parar”.

Marcando o Dia do Al-Quds, um evento anual que ocorreu na última sexta-feira do Ramadã, Khamenei afirmou: “Israel não é um país, mas uma base terrorista contra a Palestina e outras nações muçulmanas”.

Ele acrescentou: “A luta contra esse regime despótico é a luta contra a opressão e a luta contra o terrorismo. É um dever público lutar contra este regime”.

LEIA: Irã pede que Israel adira à Convenção de Armas Químicas e critica resolução contra a Síria

Khamenei criticou fortemente a normalização dos laços entre Israel e “alguns governos árabes fracos”, considerando isso como uma tentativa de minar o “pesadelo da unidade muçulmana” israelense.

“Digo isso de forma decisiva”, disse ele, “essas tentativas não chegarão a lugar nenhum”.

Ao mesmo tempo, ele pediu aos palestinos que continuem sua resistência contra a ocupação israelense e aos governos muçulmanos que apoiem os palestinos em sua luta.

Categorias
IrãIsraelNotíciaOriente MédioPalestina
Show Comments
Show Comments