Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Santa Catarina está em luto por ataque e mortes em creche

Escola Infantil Pró-Infância Aquarela [Divulgação/Prefeitura de Saudades]
Escola Infantil Pró-Infância Aquarela [Divulgação/Prefeitura de Saudades]

Um jovem de 18 anos invadiu uma escola municipal de educação infantil nesta terça-feira (4) no município de Saudade, em Santa Catarina, e matou três crianças, uma professora e uma funcionária com um facão. De acordo com a Polícia Civil, o homem tentou suicidio após o crime, golpeando o próprio corpo; ele foi levado em estado grave para um hospital da cidade vizinha, em Pinhalzinho. O homem não tem histórico criminal e ainda não se sabe a motivação para o crime.

Uma das vítimas mortas no ataque foi a professora Keli Adriane Aniecevski, de 30 anos, que trabalhava na unidade havia cerca de dez anos.

O delegado responsável pelo caso, Jerônimo Marçal, relatou que o jovem entrou na escola por volta das dez da manhã, com uma arma branca, e atacou primeiro a professora Keli Adriane. Ferida, ela correu para a sala onde estavam as quatro crianças, todas menores de dois anos; ela e três crianças morreram no local. Uma outra funcionária foi socorrida em estado grave, mas não resistiu. Uma quarta criança sofreu ferimentos leves. A creche atacada, Escola Infantil Pró-Infância Aquarela, atende crianças de seis meses até dois anos de idade e está isolada para perícia.

A governadora em exercício do estado, Daniela Reinehr, decretou luto oficial de três dias e está a caminho do município para prestar solidariedade e suporte às famílias das vítimas.

O governador afastado de Santa Catarina, Carlos Moisés, lamentou o caso e afirmou que “todas as energias das forças de segurança da região devem ser empregadas no esclarecimento desse trágico episódio”.

LEIA: Caso de brasileiras prostituídas em Doha desencadeia Operação Harem BR de tráfico de mulheres

 

Categorias
América LatinaÁsia & AméricasBrasilNotícia
Show Comments
Show Comments