Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Gaza se manifesta em apoio a Jerusalém e Al-Aqsa

Manifestações em massa foram realizadas na Faixa de Gaza sitiada hoje em apoio a Jerusalém e à Mesquita de Al-Aqsa, depois que o local sagrado muçulmano testemunhou uma semana de ofensivas e ataques israelenses

Manifestações em massa foram realizadas na Faixa de Gaza sitiada hoje em apoio a Jerusalém e à Mesquita de Al-Aqsa, depois que o local sagrado muçulmano testemunhou uma semana de ofensivas e ataques israelenses.

Os participantes também condenaram a decisão do presidente da Autoridade Palestina, Mahmoud Abbas, de adiar as eleições parlamentares que aconteceriam em 22 de maio. Eles ergueram a bandeira do Hamas e afirmaram seu apoio a Jerusalém e Al-Aqsa, e aos palestinos Mourabitoun que enfrentam os ataques diários israelenses contra locais sagrados.

O líder do Hamas, Mushir Al-Masri, disse que o povo palestino está enfrentando mais um capítulo em sua batalha em curso contra a ocupação de Jerusalém, indicando que esta batalha visa a existência e identidade de Jerusalém, e a tentativa de deslocar seu povo, profanar suas santidades. e abolir sua identidade árabe.

LEIA: Israel ataca os palestinos para expulsá-los de sua própria terra

Al-Masri elogiou a vitória dos jerusalemitas que se revoltaram contra a ocupação e conseguiram remover as barreiras que a ocupação havia colocado no Portão de Damasco.

Esta vitória, continuou ele, deveria ter impulsionado a Autoridade Palestina a impor “a agenda e vontade eleitoral nacional ao inimigo e não a fugir”.

Ele acusou Abbas de ir contra a vontade do povo ao impedir a eleição.

Categorias
NotíciaOriente MédioPalestinaVídeos & Fotojornalismo
Show Comments
Show Comments