Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Líbia toma medidas imediatas para assegurar fronteira com Chade

Mohammad Menfi, chefe do Conselho Presidencial da Líbia, em Paris, França, 23 de março [Chesnot/Getty Images]
Mohammad Menfi, chefe do Conselho Presidencial da Líbia, em Paris, França, 23 de março [Chesnot/Getty Images]

Nesta quarta-feira (21), Mohammad Menfi, chefe do Conselho Presidencial da Líbia, ordenou o exército de seu país a assumir medidas imediatas para assegurar a fronteira meridional com o Chade, após a morte do presidente chadiano Idriss Déby.

A diretiva oficial de Menfi — também comandante máximo das forças armadas oficiais da Líbia — foi compartilhada no Twitter por Najwa Wahiba, porta-voz de seu gabinete.

Segundo suas ordens, o exército líbio tem permissão para abordar “alvos hostis” na região, à medida que mantém informado o conselho central sobre os acontecimentos.

“Cautela, prudência e preparo máximo devem ser tomados para tratar prontamente de qualquer emergência”, reiterou Menfi.

Na terça-feira (20), o exército do Chade confirmou a morte de Déby por ferimentos causados em confronto com rebeldes, no norte do país. Porém, não concedeu maiores detalhes.

Déby governou a República do Chade por quase trinta anos. O anúncio de sua morte sucedeu em apenas um dia a vitória do comandante militar para governar a nação africana por um sexto mandato, em meio a protestos da oposição.

LEIA: A nova autoridade da Líbia conseguirá cortar as ligações externas de Haftar?

Categorias
ÁfricaChadeLíbiaNotícia
Show Comments
Show Comments