Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Mossad adverte sobre suposto plano do Irã para sequestrar israelenses

Logotipo Mossad [Wikipedia]
Logotipo Mossad [Wikipedia]

O Serviço Israelense de Segurança Geral, Shin Bet, e o serviço secreto de Israel, Mossad, revelaram uma suposta conspiração iraniana para “atrair israelenses a reuniões no exterior” como um prelúdio para seqüestrá-los ou prejudicá-los.

Segundo o Jerusalem Post, o Shin Bet alertou que “o Irã usou perfis fictícios de mídia social em plataformas online, como Instagram, para contatar israelenses que viajam ao exterior frequentemente a negócios”.

Eles usaram fotos de mulheres atraentes como meio para combinar encontros com pretextos “de negócios” ou “românticos”.

“Este método tem uma forte semelhança com as técnicas anteriores de inteligência utilizadas por agentes contra dissidentes iranianos que vivem na Europa. Agora tem sido empregado em israelenses que visitam outros países”, acrescentou o documento.

A declaração dizia que há uma preocupação real de que tal atividade por agentes iranianos possa levar a tentativas de prejudicar ou raptar israelenses em países onde os iranianos são ativos, incluindo os estados do Golfo, que pedem aos israelenses que têm contatos comerciais estrangeiros que “exerçam cautela e vigilância em relação aos contatos na Internet e nas redes sociais com perfis desconhecidos e não respondam a eles”.

LEIA: Irã reporta incidente elétrico na usina nuclear de Natanz, sem baixas

Categorias
IrãIsraelNotíciaOriente Médio
Show Comments
Show Comments