Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Netanyahu inicia contato com Arab MK para formar governo de coalizão

Cópias de boletins de voto e pôsteres de campanha do partido Likud do primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, estão no chão após as eleições parlamentares do país, no início de 18 de março de 2015, em Tel Aviv. [Jack Guez/AFP PHOTO/Getty]
Cópias de boletins de voto e pôsteres de campanha do partido Likud do primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, estão no chão após as eleições parlamentares do país, no início de 18 de março de 2015, em Tel Aviv. [Jack Guez/AFP PHOTO/Getty]

Israel Hayom informou que o chefe do partido israelense Likud, Benjamin Netanyahu, iniciou contatos com o árabe-israelense MK Mansour Abbas, chefe do braço sul do Movimento Islâmico, para formar um novo governo de coalizão, informou a Shehab News Agency na sexta-feira.

“Não há diferença entre Mansour Abbas e Ayman Odeh – os dois não estarão no governo. Eles representam partidos que se opõem ao Estado de Israel”, disse Netanyahu à Rádio Haifa em 12 de março.

No entanto, depois que Abbas obteve cinco cadeiras no Knesset, os aliados Haredi do Partido Likud mediaram com Netanyahu para trazer Abbas para o bloco de direita.

O chefe do município de Nazaré, Ali Salem, afirmou que Abbas e a Lista Árabe Unida escolheriam juntar-se a Netanyahu e aos partidos de direita.

Enquanto os extremistas de direita em Israel rejeitam absolutamente os MKs árabes como parte de qualquer coalizão do governo israelense, os Haredis os aceitariam como a última chance de dar apoio a Netanyahu para formar um governo.

LEIA: A ‘conturbada ruptura’ de judeus americanos com Israel torna-se ainda mais conturbada

Categorias
Eleições israelensesIsraelNotíciaOriente MédioPalestina
Show Comments
Show Comments