Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Soldados do regime da Síria juntam-se às forças de Haftar por dinheiro

Forças do marechal de campo líbio Khalifa Haftar patrulham as ruas da Líbia [zdig1/ Twitter]
Forças do marechal de campo líbio Khalifa Haftar patrulham as ruas da Líbia [zdig1/ Twitter]

De acordo com fontes sírias locais, soldados afiliados ao regime de Bashar Al-Assad fugiram para se juntar à milícia do marechal de campo aposentado Khalifa Haftar na Líbia devido ao fracasso do regime em pagar seus salários.

As fontes disseram à Agência Anadolu que o regime sírio está lutando para pagar os salários dos soldados devido aos crescentes desafios econômicos causados ​​pela guerra em curso no país.

As mesmas fontes acrescentaram que muitos soldados do regime e milícias pró-regime nas províncias de Hama, Homs e Aleppo pretendem juntar-se às forças de Haftar na Líbia, devido à interrupção dos seus salários.

As fontes também apontaram que muitos desses combatentes desertaram do exército para lutar na Líbia em troca de dinheiro.

As fontes explicaram que a base aérea russa de Khmeimim, na governadoria de Latakia, no litoral mediterrâneo, foi transformada em um centro de recrutamento de mercenários para enviar à Líbia e à Venezuela.

LEIA: Ataque fere 8 crianças em Benghazi, na Líbia

As fontes indicaram que os mercenários são obrigados a completar o serviço militar obrigatório para serem autorizados a deixar a Síria. No entanto, quem deseja ganhar dinheiro tenta contornar essa condição adquirindo carteiras de isenção do serviço militar.

Com a eclosão da revolução popular em 2011 e a imposição de sanções econômicas ao regime, o agravamento da crise econômica na Síria, que já dura décadas, atingiu seu ápice.

Categorias
ÁfricaLíbiaNotíciaOriente MédioSíria
Show Comments
Show Comments