Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Sudão aceita mediação dos Emirados sobre disputas com Etiópia

Grande Represa do Renascimento, construída pela Etiópia, no Rio Nilo Azul, em 26 de dezembro de 2019 [Eduardo Soteras/AFP via Getty Images]
Grande Represa do Renascimento, construída pela Etiópia, no Rio Nilo Azul, em 26 de dezembro de 2019 [Eduardo Soteras/AFP via Getty Images]

O Sudão aceitou a mediação dos Emirados Árabes Unidos (EAU) sobre disputas de fronteira com a Etiópia e questões referentes à Grande Represa do Renascimento, reportou nesta terça-feira (23) o gabinete de governo sudanês.

“Em sua reunião regular, o Sudão discutiu um relatório apresentado por um comitê técnico ministerial que estudou a mediação dos Emirados e aceitou, a princípio, a iniciativa, no contexto de preservar os interesses sudaneses”, declarou o gabinete em nota.

“O primeiro-ministro [Abdallah Hamdok] abordou as diversas iniciativas de mediação sobre as disputas com a Etiópia, sobretudo concernentes à represa e fronteiras”, prosseguiu.

Na última semana, o premiê sudanês apelou à Organização das Nações Unidas (ONU), Estados Unidos, União Europeia e União Africana para intervir na crise sobre a barragem.

Sudão e Egito receiam que um segundo preenchimento unilateral da represa etíope, previsto para junho, possa ameaçar sua segurança nacional e afetar seus recursos essenciais provenientes da bacia hidrográfica do Nilo.

LEIA: Etiópia não tem justificativa para rejeitar mediação, afirma Sudão

Categorias
ÁfricaEAUEtiópiaNotíciaOriente MédioSudão
Show Comments
Show Comments