Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Cessar-fogo Índia-Paquistão foi negociado pelos Emirados, diz site

Um soldado paramilitar vigiando fora do assembleia de voto durante a segunda fase da eleição do Conselho de Desenvolvimento Distrital (DDC) no norte da Caxemira em 01 de dezembro de 2020 [Faisal Khan/Agência Anadolu]
Um soldado paramilitar vigiando fora do assembleia de voto durante a segunda fase da eleição do Conselho de Desenvolvimento Distrital (DDC) no norte da Caxemira em 01 de dezembro de 2020 [Faisal Khan/Agência Anadolu]

Autoridades dos Emirados Árabes Unidos (EAU) disseram ao site Bloomberg que o país negociou um acordo de cessar-fogo entre a Índia e o Paquistão no mês passado.

“A portas fechadas, o cessar-fogo Índia-Paquistão representou um marco nas negociações secretas mediadas pelos Emirados Árabes Unidos, que começaram meses antes”, disseram as fontes, pedindo para permanecer anônimas.

O acordo de cessar-fogo é apenas o começo de um roteiro maior para garantir uma paz duradoura entre os dois países, disse uma das autoridades.

Na próxima etapa, os dois vizinhos devem reconduzir representantes a Nova Delhi e Islamabad, observaram as autoridades.

LEIA: Exercício militar conjunto Turquia-Paquistão chega ao fim

Os dois lados então devem discutir a retomada das relações comerciais e alcançar uma solução permanente para o conflito da Caxemira.

As expectativas de ir além disso ainda são baixas, disseram as autoridades.

Não houve comentários dos Emirados Árabes Unidos, Índia ou Paquistão sobre as alegações.

O Paquistão pediu à Índia na semana passada que desse o primeiro passo em direção à paz e resolvesse a disputa na Caxemira de acordo com as resoluções do Conselho de Segurança da ONU.

Na sessão de abertura da primeira conferência do Diálogo de Segurança de Islamabad na capital do Paquistão, o primeiro-ministro Imran Khan disse: “Queremos a paz com a Índia, mas a Índia deve dar o primeiro passo em direção à paz porque não podemos avançar sem ela”.

Depois de Khan, o chefe militar do país, Qamar Javed Bajwa, disse na quinta-feira que “é hora de enterrar o passado”, mas a Índia deve criar um “ambiente propício” para um diálogo significativo.

Khan e sua esposa, Bushra Bibi, testaram positivo para covid-19, seu escritório confirmou no sábado.

O primeiro-ministro indiano, Narendra Modi, usou o Twitter para transmitir seus “melhores votos” para a rápida recuperação de seu homólogo paquistanês no mesmo dia.

LEIA: Índia constrói assentamentos militares na Caxemira

Categorias
Ásia & AméricasCaxemiraEmirados Árabes UnidosÍndiaNotíciaOriente MédioPaquistão
Show Comments
Show Comments