Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Governo do Egito contesta denúncias de desperdício de recursos públicos

Barcos navegam no Rio Nilo, perto da Ponte da Universidade do Cairo, na capital do Egito, em 24 de setembro de 2017 [David Degner/Getty Images]
Barcos navegam no Rio Nilo, perto da Ponte da Universidade do Cairo, na capital do Egito, em 24 de setembro de 2017 [David Degner/Getty Images]

A assessoria de imprensa do Conselho de Ministros do Egito respondeu a relatos de desperdício de enormes somas em recursos públicos ao construir estradas e pontes que não cumprem com os padrões orçamentários.

O Ministério do Transporte alegou que a nova rede rodoviária é planejada e implementada de acordo com os últimos padrões internacionais, submetida a um amplo processo de análise para garantir o cumprimento de tais especificações.

O centro de imprensa que representa o gabinete ministerial do presidente e general Abdel Fattah el-Sisi negou as denúncias.

Em nota divulgada nesta quinta-feira (18), declarou: “Websites e páginas das redes sociais estão circulando informações sobre enormes somas gastas pelo estado ao implementar projetos rodoviários, ao alegar que não cumprem com as normas estabelecidas”.

LEIA: Sisi propõe limite de dois filhos por família para poupar US$1 trilhão dos cofres públicos

Em seguida, o comunicado argumentou que os rumores são inexatos, porém, sem detalhes.

O Ministério dos Transportes sugeriu que o setor de pontes e estradas vivenciou avanços significativos corroborados pela escalada de 90 posições do Egito no Ranking de Competitividade Global, no campo de qualidade rodoviária.

O Egito chegou à 28ª posição no final de 2019, em comparação com a 118ª posição em 2014.

O comunicado reiterou ainda que o progresso contribuiu para reduzir a mortalidade nas estradas em 44%, entre 2019 e 2020.

O estado egípcio trabalha para ampliar uma enorme rede rodoviária como parte de um plano de desenvolvimento nacional, com o objetivo de criar novas comunidades urbanas e acelerar o crescimento da agricultura e indústria.

Cerca de 4.800 km de estradas foram construídos na primeira e segunda fase do plano, que pretende chegar ao total de 7.000 km implementados pelo Projeto de Rodovias Nacionais. O Cairo também desenvolveu, manteve e atualizou 5.000 km de rodovias pré-existentes.

O projeto custou, até então, 15 bilhões de libras egípcias (US$957 milhões).

LEIA: Empresas de turismo do Egito liquidam recursos para não falir

Categorias
ÁfricaEgitoNotícia
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments