Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Movimento Islâmico convoca protestos pacíficos no Sudão

Protesto na Rua do Nilo, em Cartum, capital do Sudão [Mahmoud Hjaj/Agência Anadolu]
Protesto na Rua do Nilo, em Cartum, capital do Sudão [Mahmoud Hjaj/Agência Anadolu]

O Movimento Islâmico do Sudão convocou ontem (16) seus apoiadores a protestarem pacificamente, após uma campanha de prisões contra membros do grupo e do chamado Partido do Congresso Nacional.

Ali Ahmed Karti, secretário-geral do movimento, declarou: “Honoráveis patriotas sudaneses … vão às ruas e estradas, este é seu direito. Façam o mundo ouvir sua voz por vias legítimas”.

“Protestem de maneira pacífica. Preservem as instituições e edifícios públicos que vocês construíram, suas propriedades, hospitais, escolas e outras instituições do governo”.

Karti exortou as agências de segurança do estado a proteger propriedades públicas e privadas e impedir o vandalismo.

Desde 10 de fevereiro, autoridades sudanesas executam uma campanha de prisões contra dezenas de líderes e membros do Movimento Islâmico e do Partido do Congresso Nacional, dissolvido após a queda do longevo ditador Omar al-Bashir.

Desde 21 de agosto de 2019, o Sudão conduz uma fase de transição prevista para durar 53 meses, que deverá culminar em eleições no início de 2021.

Enquanto isso, o poder é compartilhado pelo exército e pelas Forças por Liberdade e Mudança, coalizão civil que reúne opositores de Bashir e grupos rebeldes que protestaram por democracia no país.

LEIA: Sudão protesta contra normalização com Israel

Categorias
ÁfricaNotíciaSudão
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments