Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Segurança egípcia prende chef por causa de bolos de aniversário “imorais” em formato de pênis

Policiais montando guarda na prisão de Borg el-Arab perto da cidade egípcia de Alexandria, em 20 de novembro de 2019. [Mohamed El-Shahed/AFP via Getty Images]
Policiais montando guarda na prisão de Borg el-Arab perto da cidade egípcia de Alexandria, em 20 de novembro de 2019. [Mohamed El-Shahed/AFP via Getty Images]

Os serviços de segurança egípcios prenderam um chef que fazia bolos em forma de partes íntimas masculinas e femininas para uma festa de aniversário no Al-Jazirah Club.

A notícia gerou polêmica na imprensa estatal, que citou outros membros do clube reclamando que as pessoas que participaram da festa e o organizador deveriam ser investigados.

Uma fonte das forças de segurança disse que era “incitação à imoralidade”.

LEIA: Corte no Egito revoga pena de prisão contra duas celebridades do TikTok

O Ministério da Juventude e Desportos emitiu um comunicado à imprensa afirmando que iria formar uma comissão jurídica para tomar as devidas decisões sobre o incidente, enquanto o dirigente do clube disse que está a estudar as câmeras de segurança para identificar os autores.

Os críticos criticaram o governo egípcio por sua crescente repressão, principalmente às mulheres, sob o nome de “imoralidade” e “devassidão”.

Várias mulheres TikTok foram processadas sob o argumento de que os vídeos que postam online ofendem os valores familiares.

Categorias
ÁfricaEgitoNotícia
Show Comments
Show Comments