Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Egito liberta equipe EIPR após protestos internacionais

Egito solta três ativistas de direitos humanos após protestos internacionais

O Egito libertou três dirigentes do grupo Iniciativa Egípcia pelos Direitos Pessoais (EIPR) na quarta-feira, em meio a protestos internacionais por causa de sua prisão, informou a BBC.

Os ativistas de direitos humanos Karim Ennarah, Gasser Abdel-Razek e Mohamed Basheer foram mantidos em prisão preventiva acusados de publicação de charges sobre terrorismo e de ‘divulgação de notícias falsas’. Abdel-Razek estava sendo mantido em confinamento solitário.

As prisões, descritas pela agência de direitos humanos da ONU como “assustadoras”, atraiu ampla condenação da Europa e dos Estados Unidos, com apelos de celebridades de Hollywood por sua libertação.

Após a apresentação da papelada legal necessária para registrar o grupo como uma organização sem fins lucrativos, o Ministério Público ordenou a libertação de Gasser Abdel-Razek e membros da Iniciativa “, disse o judiciário egípcio em um comunicado.

O EIPR documenta as violações sistemáticas perpetradas pelo regime egípcio. Em novembro, publicou uma reportagem sobre o alarmante aumento de execuções no país.

LEIA: Defensor dos direitos humanos egípcio é mantido em confinamento solitário

Categorias
ÁfricaEgitoNotíciaVídeos & Fotojornalismo
Show Comments
Show Comments