Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Quatro civis morrem em explosão de uma mina terrestre, no Azerbaijão

Vídeo mostra soldados azeris patrulhando a região de Kalbajar, após 27 anos sob controle da Armênia, em 25 de novembro de 2020 [Ministério da Defesa do Azerbaijão/Agência Anadolu]
Vídeo mostra soldados azeris patrulhando a região de Kalbajar, após 27 anos sob controle da Armênia, em 25 de novembro de 2020 [Ministério da Defesa do Azerbaijão/Agência Anadolu]

Quatro civis azeris morreram após a explosão de uma mina terrestre instalada por forças armênias, reportaram autoridades de estado do Azerbaijão neste sábado (28).

As informações são da agência Anadolu.

A explosão ocorreu quando um veículo civil entrou em contato com a mina terrestre, na aldeia de Ashagi Seyidahmedki, na província de Fuzuli, relatou o gabinete da Promotoria Geral.

A província de Fuzuli foi recentemente recapturada pelo Exército do Azerbaijão, após quase três décadas de ocupação armênia. Segundo a promotoria, as forças armênias deixaram para trás minas terrestres em localidades civis.

Os promotores solicitaram ao público que não entre nas áreas recém-capturadas sem permissão extraordinária.

LEIA: Parlamento do Azerbaijão condena resolução do Senado da França

Relações entre as duas antigas repúblicas soviéticas são marcadas por tensões desde 1991, quando forças armênias ocuparam a região disputada de Nagorno-Karabakh, reconhecida internacionalmente como território do Azerbaijão, além de sete regiões adjacentes.

Novos confrontos eclodiram em 27 de setembro e culminaram em uma trégua mediada pela Rússia, seis semanas depois.

Baku capturou então diversas cidades estratégicas e 300 assentamentos e aldeias, desde o início da última rodada de confrontos. Antes disso, cerca de 20% do território do Azerbaijão permanecia sob ocupação armênia, após 27 anos.

Categorias
ArmêniaÁsia & AméricasAzerbaijãoNotíciaOriente Médio
Show Comments
Show Comments