Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Coalizão árabe ataca áreas perto do aeroporto de Sana’a

Avião bimotor Bombardier CRJ-200 da ONU, no Aeroporto Internacional de Saana, Iêmen, 3 de fevereiro de 2020 [Mohammed Huwais/AFP/Getty Images]
Avião bimotor Bombardier CRJ-200 da ONU, no Aeroporto Internacional de Saana, Iêmen, 3 de fevereiro de 2020 [Mohammed Huwais/AFP/Getty Images]

Neste domingo (29), o movimento iemenita houthi acusou a coalizão liderada pela Arábia Saudita de atacar áreas próximas a Sanaa, capital do Iêmen, reportou a agência Anadolu.

A coalizão lançou dois ataques aéreos perto do Aeroporto Internacional de Sanaa, segundo a emissora de televisão al-Masira, administrada pelos houthis.

A coalizão árabe não emitiu resposta, até então.

O Iêmen é assolado por violência desde 2014, quando os houthis tomaram grande parte do país, incluindo Sanaa.

A crise escalou em 2015, quando uma coalizão militar liderada pela Arábia Saudita lançou uma devastadora campanha aérea para reverter os ganhos territoriais houthis.

LEIA: Surto de sarna entre os deslocados no Iêmen, alerta Médicos Sem Fronteiras

Milhares de pessoas foram mortas no conflito, visto como guerra por procuração entre Arábia Saudita e Irã.

O país do Oriente Médio enfrenta hoje “a pior crise humanitária do mundo”, segundo a ONU, e muitas pessoas não têm acesso a bens essenciais de subsistência, como água e comida.

O Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) afirmou que milhões de crianças estão sob “alto risco” à medida que o país aproxima-se cada vez mais da fome generalizada.

Categorias
Arábia SauditaIêmenNotíciaONUOrganizações InternacionaisOriente Médio
Show Comments
Show Comments