Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Israel matou sete menores palestinos em 2020, reporta ong

Uma mulher e duas meninas em idade escolar fogem de gás lacrimogêneo disparado por forças israelenses na Cisjordânia ocupada, 17 de novembro de 2019 [Hazem Bader/AFP/Getty Images]
Uma mulher e duas meninas em idade escolar fogem de gás lacrimogêneo disparado por forças israelenses na Cisjordânia ocupada, 17 de novembro de 2019 [Hazem Bader/AFP/Getty Images]

Forças da ocupação israelense mataram sete crianças palestinas na Cisjordânia ocupada e Faixa de Gaza sitiada desde o início de 2020, reportou a organização Defesa Internacional das Crianças – Palestina (DCIP), em relatório recente.

Segundo a rede Arab48, a organização não-governamental denunciou que forças da ocupação continuam a utilizar “tortura e assassinatos extrajudiciais contra crianças palestinas”.

O relatório destacou que Israel mantém sua política contra os cidadãos palestinos, à medida que a comunidade internacional permanece em silêncio sobre qualquer ação capaz de responsabilizar Tel Aviv por suas violações da lei internacional.

O DCIP relatou que o último adolescente morto por forças de Israel foi Amer Snober, de 16 anos, da aldeia de Yatma, ao sul de Nablus, Cisjordânia ocupada, espancado até à morte em 24 de outubro.

LEIA: Pela primeira vez, processo contra Israel é registrado em uma corte palestina

Testemunhas afirmaram ao DCIP que Snober, na ocasião, tentava ajudar um amigo de 17 anos cujo carro quebrou em uma aldeia a nordeste de Ramallah.

As investigações e evidências coletadas pelo DCIP revelaram que o exército da ocupação israelense utilizou força letal não-justificada e conduziu execuções extrajudiciais contra menores palestinos.

A organização humanitária denunciou ainda o assassinato de Mohamed Matar, também de 16 anos, em 19 de agosto, quando forças da ocupação abriram fogo contra ele e seus dois amigos, em uma estrada tomada por colonos ilegais.

Segundo o DCIP, o assassinato de Matar é apenas uma das provas do uso de força abusiva contra menores de idade por oficiais e colonos israelenses na Palestina.

Categorias
IsraelNotíciaOriente MédioPalestina
Show Comments
Show Comments