Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Kuwait fecha loja com produtos israelenses

Dois palestinos descarregam mercadorias em um grande supermercado de propriedade de israelenses localizado na junção de Gush Etzion na Cisjordânia palestina em 4 de julho de 2010 [Menagem Kahana/ AFP via Getty Images]
Dois palestinos descarregam mercadorias em um grande supermercado de propriedade de israelenses localizado na junção de Gush Etzion na Cisjordânia palestina em 4 de julho de 2010 [Menagem Kahana/ AFP via Getty Images]

O Ministério do Comércio e Indústria do Kuwait fechou oito lojas, uma das quais por vender produtos israelenses, e encaminhou o caso para o Ministério Público.

O ministério disse em um comunicado ontem que “equipes de inspeção apreenderam produtos feitos em Israel, proibidos por lei nos mercados locais e que estavam sendo vendidos por uma empresa de peças de automóveis na área de Shuwaikh, na cidade do Kuwait”.

O comunicado indicou que o ministério recebeu a reclamação de um consumidor indicando que uma empresa local estava vendendo produtos feitos em Israel.

O comunicado acrescentou que, ao receber a reclamação, as equipes de fiscalização procederam ao exame da mercadoria, e verificou ter sido produzida pela entidade sionista. Os produtos apreendidos consistiam em 77 termostatos de pequeno porte em caixas com a etiqueta “made in Israel”, em violação às leis e regulamentos locais a respeito.

O comunicado confirmou que quatro das sete lojas violaram a decisão ministerial, que proíbe a venda de produtos falsificados. Eles incluem uma barraca de peixe, um restaurante e uma fábrica de embalagens.

LEIA: Vitória do BDS, universidade nos Estados Unidos derruba resolução pró-Israel

Categorias
IsraelKuwaitNotíciaOriente Médio
Show Comments
Show Comments