Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Grécia registra primeira morte de refugiado por covid-19

Refugiados e migrantes do campo de Moria protestam contra as condições de vidaao perderem o abrigo após um incêndio destruir o lugar, na ilha grega de Lesbos, na Grécia, em 11 de setembro de 2020. [Aggelos Barai - Agência Anadolu]
Refugiados e migrantes do campo de Moria protestam contra as condições de vidaao perderem o abrigo após um incêndio destruir o lugar, na ilha grega de Lesbos, na Grécia, em 11 de setembro de 2020. [Aggelos Barai - Agência Anadolu]

Um refugiado do sexo masculino morreu de covid-19 no domingo, a primeira morte relatada de um solicitante de asilo desde que a pandemia estourou na Grécia no final de fevereiro, disse um funcionário do governo à Reuters.

O afegão de 61 anos, pai de duas crianças, que vivia no campo de refugiados de Malakasa, ao norte de Atenas, foi tratado e morreu em um hospital em Atenas, disse a autoridade, acrescentando que os funcionários estavam rastreando seus contatos.

Não ficou claro há quanto tempo ele estava no hospital.

O campo de Malakasa, que abriga cerca de três mil refugiados, está em quarentena desde 7 de setembro, após testes positivos para o novo coronavírus.

Muitas outras instalações para refugiados na Grécia foram fechadas ou a circulação foi restringida para conter a propagação do vírus.

LEIA: Grécia estenderá cerca de fronteira com a Turquia, para deter imigrantes

A Grécia tem sido a principal porta de entrada na União Europeia para pessoas que fogem de conflitos no Oriente Médio e África. Mais de um milhão de pessoas chegaram às costas da Turquia em 2015-16.

Pelo menos 110 mil pessoas vivem atualmente em instalações para refugiados – quarenta mil delas em campos superlotados em cinco ilhas.

Um incêndio destruiu um campo de refugiados no maior campo da Grécia, na ilha de Lesbos, este mês, deixando cerca de doze mil pessoas presas. A maioria deles já se mudou para um acampamento temporário na ilha.

A Grécia notificou 218 casos de covid-19e três mortes  no domingo , elevando o número total de infecções para 17.444 desde que o primeiro caso apareceu no final de fevereiro.

Categorias
CoronavírusEuropa & RússiaGréciaNotíciaOrganizações InternacionaisUnião Europeia
Show Comments
Show Comments