Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Dez militantes ligados ao Irã são mortos por ataques israelenses, na Síria

Explosão após ataques aéreos israelenses em Damasco, Síria, 20 de novembro de 2019 [AFP/Getty Images]
Explosão após ataques aéreos israelenses em Damasco, Síria, 20 de novembro de 2019 [AFP/Getty Images]

Dez militantes de grupos filiados ao Irã, a maioria iraquianos, foram mortos por ataques aéreos israelenses no leste da Síria, nesta segunda-feira (14), reportou o Observatório Sírio de Direitos Humanos (OSDH).

A organização humanitária afirmou que os ataques ocorreram ao sul da aldeia de Boukamal, perto da fronteira iraquiana; tratam-se do “terceiro em um mês, na cidade de Deir El-Zour, leste da Síria.”

Rami Abdel Rahman, chefe do OSDH, destacou que os ataques destruíram “depósitos de munição e veículos … provavelmente executados por Israel”. Prosseguiu: “Os ataques resultaram nas mortes de oito combatentes iraquianos e dois sírios”.

Nos últimos meses, Israel intensificou seus ataques sobre a Síria. Fontes de inteligência descrevem a escalada como “guerra clandestina aprovada pelos Estados Unidos, que busca sabotar a força militar do Irã na região”.

LEIA: Assessor iraniano diz que normalização Bahrain-Israel é uma grande traição

No início de setembro, ataques aéreos israelenses sobre o leste da Síria mataram dezesseis combatentes ligados ao Irã, horas após Damasco relatar ter interceptado mísseis israelenses disparados contra uma base aérea central.

Oficiais israelenses recentemente alegaram que o grupo libanês Hezbollah, aliado do Irã, está tentando estabelecer instalações na Síria, a fim de produzir mísseis teleguiados de precisão.

Categorias
IrãIraqueIsraelNotíciaOriente MédioSíria
Show Comments
Show Comments