Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Presidente do Líbano diz que explosão no porto pode ter sido ataque

Presidente libanês Michel Aoun em Beirute, Líbano, em 24 de outubro de 2019 [Presidência do Líbano/ Agência Anadolu]
Presidente libanês Michel Aoun em Beirute, Líbano, em 24 de outubro de 2019 [Presidência do Líbano/ Agência Anadolu]

O presidente do Líbano, Michel Aoun, disse na manhã desta sexta-feira (7) que uma investigação sobre a explosão do armazém portuário de Beirute, capital do país, está apurando se a tragédia foi causada por negligência, por um acidente ou possível interferência externa. “A causa ainda não foi determinada. Existe a possibilidade de interferência externa através de um foguete, bomba ou outro ato”, afirmou ele à imprensa libanesa, segundo a Al Jazeera.

De acordo com o presidente, a investigação da explosão em um armazém que abriga material explosivo estava sendo conduzida em três níveis.

“Primeiro, como o material explosivo entrou e foi armazenado … segundo, se a explosão foi resultado de negligência ou acidente … e terceiro, a possibilidade de haver interferência externa”, disse.

O produto que supostamente provocou a explosão chegou à cidade há sete anos, a bordo de um navio de carga de propriedade de um empresário russo que, segundo seu capitão, nunca deveria ter parado na capital libanesa.

LEIA: O que é nitrato de amônio e por que é perigoso?

Publicada originalmente no Portal 247 com informações da Al Jazeera.

Categorias
LíbanoNotíciaOriente Médio
Show Comments
Show Comments