Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Menino sírio é torturado e estuprado no Líbano

Tendas improvisadas em campo de refugiados ‘informal’, no Vale de Beka’a, Líbano, 5 de novembro de 2013 [Russel Watkins/UK DFID/Flickr]
Tendas improvisadas em campo de refugiados ‘informal’, no Vale de Beka’a, Líbano, 5 de novembro de 2013 [Russel Watkins/UK DFID/Flickr]

Três jovens libaneses, entre eles o filho de um oficial sênior do Hezbollah, filmaram seu próprio ato de tortura e estupro cometido contra um menino sírio de 13 anos de idade, em Sohmor, pequena cidade no Vale do Beka’a, reportou o site de notícias Aram, nesta segunda-feira (29).

O vídeo viralizou nas redes sociais.

Segundo as informações, os três jovens capturaram o menino enquanto tentava escapar do local. A vítima sofreu abusos físicos, verbais e sexuais. Outro website libanês afirmou que os três jovens são conhecidos na área onde cometeram o crime.

Cidadãos libaneses e sírios demonstraram indignação sobre o episódio e utilizaram as redes sociais para protestar e reivindicar às autoridades do Líbano que prendam e responsabilizem devidamente os agressores.

A vítima trabalha em uma loja para ajudar a complementar a renda de sua família. Sua mãe administra outra pequena loja desde quando divorciou-se do pai do menino. A mãe da vítima fez um apelo a ongs de direitos humanos de proteção à criança para que avaliem o caso.

Autoridades libanesas não comentaram sobre o vídeo, embora seja público já há três dias. A rede Aram alegou que o Hezbollah está pressionando a mãe a não registrar queixa contra os responsáveis pelo ataque.

LEIA: Doadores internacionais prometem US$130 milhões em apoio à UNRWA

Categorias
LíbanoNotíciaOriente MédioSíria
Show Comments
Show Comments