Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

‘Vírus em queda, turistas querem voltar à Turquia’, afirma chanceler

Ministro de Relações Exteriores da Turquia Mevlut Cavusoglu fala à imprensa no Centro de Apoio e Coordenação contra Covid-19, em Ancara, Turquia, 5 de maio de 2020 [Cem Özdel/Agência Anadolu]

Alemães e russos desejam retornar à Turquia, em parte graças a sua abordagem apropriada para lidar com a pandemia de coronavírus, agora em queda, declarou neste sábado (23) o Ministro de Relações Exteriores da Turquia Mevlut Cavusoglu. As informações são da agência Anadolu.

Em Antalya, balneário mediterrâneo bastante popular no país, o chanceler afirmou que o país trabalha agora para reiniciar atividades de turismo.

“Nossos amigos russos e alemães desejam visitar nosso país. Comparado a outros países em termos da pandemia, a Turquia se destaca no número de casos. Os turistas desejam voltar por esta razão”, reiterou Cavusoglu. “Temos de trabalhar duro para trazê-los de volta; as pessoas deverão poder retornar à Turquia para desfrutar seus feriados.”

LEIA: Turquia lidera doações de suprimentos médicos durante pandemia, afirma chanceler

Cavusoglu enfatizou que o país busca reiniciar voos internacionais: “Tivemos reuniões com Alemanha, França e Reino Unido sobre turismo. Falei com o chanceler russo Sergei Lavrov duas vezes. Sabemos que turistas russos desejam vir ao nosso país.”

Após suspensão das atividades de turismo em todo o mundo, devido à pandemia, o número de novos casos na Turquia passou a cair. O país busca restaurar o setor, ao reiniciar voos e emitir certificados a negócios que assumirem as medidas necessárias contra a doença.

Ao destacar que Turquia também trabalha bastante para melhorar seu setor agrário. disse Cavusoglu: “Não tivemos problema algum em termos de segurança alimentar, mantivemos nossas exportações.”

Sobre os refugiados perto da fronteira com a Grécia, declarou o ministro: “Devido à pandemia, o movimento de imigrantes desacelerou. Mas eles vão querer migrar quando o surto terminar, e não digo isso como ameaça.”

Categorias
Europa & RússiaNotíciaReino UnidosTurquia
Show Comments
Show Comments