Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Irã alerta EUA para que não mexa com seus petroleiros no Caribe

Porto de Kharg Island Oil Terminal, no Irã, em 12 de março de 2017 [Fatemeh Bahrami / Anadolu Agency] Vista geral do porto de Kharg Island Oil Terminal no Irã em 12 de março de 2017 [Fateme

O ministro das Relações Exteriores do Irã, Muhammad Javad Zarif, alertou as Nações Unidas de que haverá “consequências” se os EUA agirem contra os petroleiros iranianos no Caribe.

Em uma carta enviada ao chefe da ONU, Antonio Guterres, o ministro disse que a “pirataria” americana ameaçou a “interrupção da transmissão de combustível do Irã à Venezuela”, acrescentando que os EUA devem abandonar o bullying marítimo ilegal que ameaça a paz e a segurança internacionais.

Ele ressaltou que o governo dos EUA deve assumir a responsabilidade pelas conseqüências de qualquer ação ilegal contra os petroleiros iranianos e pediu a Washington que respeite as leis marítimas internacionais.

LEIA: Venezuela e Irã reforçam cooperação antivírus apesar das sanções dos EUA

O ministro das Relações Exteriores do Irã enfatizou que o Irã tem o direito de tomar as medidas necessárias e apropriadas em resposta a qualquer ameaça americana.

Na semana passada, foi revelado que um navio-tanque carregado no porto iraniano de Bandar Abbas estava indo para a Venezuela, de acordo com dados de rastreamento de navios emitidos por Refinitiv Icon, desafiando as sanções impostas pelos EUA a ambos os países, incluindo suas respectivas indústrias de petróleo.

Categorias
Ásia & AméricasEUAIrãNotíciaONUOrganizações InternacionaisOriente MédioSlide GrandeVenezuela
Show Comments
Show Comments