Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Brasil quer ser amicus curiae na Corte de Haia, em favor de Israel

Tribunal Penal Internacional em Haia. Em 30 de julho de 2016, Holanda [Michel Porro/Getty Images]

A embaixadora do Brasil na Holanda, Maria Regina Cordeiro Dunlop,  encaminhou na última sexta-feira ao Tribunal Penal Internacional (TPI ou Corte de Haia) um pedido para atuar como amicus curiae na apuração preliminar sobre a situação da Palestina e a denúncia de crimes praticados por Israel na ocupação dos territórios.

O gesto brasileiro se da na sequência de pedidos semelhantes feitos pela Alemanha e pela República Tcheca, indicando uma movimentação de Israel em busca de apoios para barrar o processo movido pela Autoridade Palestina.

Em dezembro passado, a procuradora do TPI, Fatou Bensouda, anunciou a intenção de investigar crimes de guerra israelenses, o que até hoje havia sido negado ou postergado pela Corte. A embaixadora brasileira argumentou contra a abertura do processo que seria, segundo ela, prejudicial ao diálogo entre Israel e Palestina.

 

Categorias
Ásia & AméricasBrasilNotíciaOriente MédioTPI
Show Comments
Show Comments