Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Iraque e Kuwait discutem encerrar divergências

Ministro de Relações Exteriores do Iraque Mohammed Ali AlHakim, 14 de maio de 2018 [UNIDO/Flickr]

Mohammed Alhakim, Ministro de Relações Exteriores do iraque, e sua contraparte do Kuwait, Nasser Al-Sabah, reuniram-se para discutir o fim das divergências entre os dois países, segundo informações da agência Anadolu divulgadas na sexta-feira (14).

Conforme declaração emitida pelo Ministério de Relações Exteriores do Iraque, os dois oficiais encontraram-se em paralelo à Conferência de Segurança de Munique e discutiram cooperação mútua, principalmente sobre questões de segurança, desenvolvimento do comércio e investimentos.

Os ministros também deliberaram sobre a possibilidade de encorajar iniciativas por parte de investidores do Kuwait em território iraquiano, a partir de medidas que aumentem a receptividade econômica no Iraque.

Alhakim e Al-Sabah revisitaram a possibilidade de encerrar tensões históricas entre os países, em nome de interesses mútuos entre as “nações irmãs”.

A declaração iraquiana enfatizou, contudo, preocupações em relação a questão dos prisioneiros e desaparecidos em território do Kuwait.

Em 1990, o Iraque invadiu o Kuwait sob comando do ditador Saddam Hussein. Após sete meses de ocupação, as forças iraquianas recuaram devido à intervenção de Estados Unidos e outras potências estrangeiras. O episódio deu início à ruptura de relações entre os dois países, até a invasão americana ao Iraque que depôs Saddam Hussein, em 2003.

O Iraque afirma ter enviado os restos mortais de 300 soldados kuweitianos de volta a seu país – dos 320 casos requisitados pelo Kuwait. Mais de 5.000 soldados iraquianos estão desaparecidos desde a invasão de 1990.

Categorias
IraqueNotíciaOriente Médio
Show Comments
Show Comments