Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Sadr do Iraque dissolve a própria unidade dos ‘Bonés Azuis’ acusada de matar manifestantes

Clérigo xiita iraquiano e líder da oposição Muqtada al-Sadr [Foto de arquivo]

O influente líder iraquiano Muqtada Al-Sadr dissolveu na terça-feira suas próprias unidades “Blue Hats” (Bonés Azuis) por atacar e matar manifestantes na cidade iraquiana de Najaf na semana passada.

“Anuncio a dissolução dos Chapéus Azuis e não aceito a presença do movimento [sadrista] por si só nos protestos, a menos que sejam incorporados por eles”, disse ele no Twitter.

Al-Sadr havia inicialmente apoiado os protestos anti-establishment; no entanto, recentemente, ele retirou seu apoio aos protestos depois que a elite política do país escolheu Mohammed Allawi como primeiro-ministro; pedindo a seus seguidores que deixem os protestos.

Logo depois de retirar seu apoio aos protestos; membros das unidades Bonés Azueis atacaram manifestantes na capital, Bagdá e outras grandes cidades.

Al-Sadr também pediu às forças de segurança iraquianas que expulsem os sabotadores das praças de protesto e protejam os manifestantes pacíficos.

Ele acrescentou que uma investigação está sendo conduzida sobre o violento ataque a manifestantes na cidade de Najaf, onde oito manifestantes foram mortos.

Al-Sadr também pediu aos manifestantes que não se misturem livremente durante os protestos. Muitos, no entanto, zombaram do apelo e foram às mídias sociais pedir que Al-Sadr não “interfira” no “protesto do povo”.

Em uma tentativa de ridicularizar o tweet de Al-Sadr, rapazes e moças postaram imagens deles em roupas cross-dressing, como uma maneira bem-humorada de se sobrepor ao decreto de Al-Sadr.

Categorias
IraqueNotíciaOriente Médio
Show Comments
Show Comments