Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Polícia abre fogo e fere 30 manifestantes no sul do Iraque

Manifestantes antigovernamentais se reúnem na praça Tahrir na capital iraquiana Bagdá. em 26 de janeiro de 2020. [Murtadha Al-Sudani/Agência Anadolu]

Trinta manifestantes iraquianos ficaram feridos ontem, depois que as forças de segurança dispararam e lançaram e gás lacrimogêneo para dispersar manifestantes na cidade de Nasiriyah, capital da província de Dhi Qar, disse uma fonte médica iraquiana à agência de notícias Anadolu.

A fonte do departamento de saúde de Dhi Qar disse que os policiais tentaram, no domingo, interromper uma manifestação à força em Nasiriyah, e usaram bombas de gás lacrimogêneo ferindo as pessoas.

“Alguns dos manifestantes feridos foram levados ao hospital para tratamento”, disse.

No sábado, as forças de segurança iraquianas dispararam balas e gás lacrimogêneo para dispersar manifestantes em Bagdá, Basra, Dhi Qar e Diwaniya, poucas horas depois que os apoiadores do líder xiita Muqtada Al-Sadr se retiraram dos protestos.

Na semana passada, os manifestantes avisaram que iriam escalar suas ações após um prazo estabelecido para que a elite política do país respondesse às suas demandas não resolvidas.

Desde outubro de 2019, o Iraque testemunhou protestos violentos contra o establishment. Milhares foram mortos ou feridos nos distúrbios.

Categorias
IraqueNotíciaOriente Médio
Show Comments
Show Comments