Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Líbano tem mais protestos em rejeição de novo governo

Manifestação contra o novo governo de Hassan Diab, em Beirute, Líbano, em 25 de janeiro de 2020. [Mahmut Geldi/Agência Anadolu]

Manifestantes libaneses se reuniram ontem para expor sua rejeição ao recém-formado governo do primeiro-ministro de Hassan Diab.

O jornal An-Nahar disse que os manifestantes o acusam de ser “um governo sírio e iraniano”.

As Forças de Segurança Interna do Líbano disseram no Twitter que “começaram os tumultos e ataques a policiais, por isso pedimos aos manifestantes pacíficos que deixem a Praça Riyad el-Solh para preservar sua segurança”.

Os manifestantes removeram o arame farpado erguido em frente ao prédio do governo.

Diab, que recentemente aceitou seu papel após a renúncia de Saad Hariri, agora lidera um governo composto por seis ministras, incluindo a nova vice-primeira-ministra e ministra da Defesa Zeina Akar Adra.

O novo governo libanês deve enfrentar uma infinidade de desafios para corrigir as deficiências do governo anterior. Entre esses desafios estão conquistar a confiança do povo libanês, manter a paz entre as numerosas facções da sociedade libanesa, livrando o sistema político de corrupção, melhorando a situação econômica e atendendo às demandas dos manifestantes.

Categorias
LíbanoNotíciaOriente Médio
Show Comments
Show Comments