Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Rei da Jordânia exalta o Canadá por seu apoio com a questão dos refugiados

Refugiados em um campo provisório na fronteira entre Síria e Jordânia, 1° de março de 2017 [Khalil Mazraawi/AFP/Getty Images]

O Rei Abdullah II da Jordânia declarou seu apreço ao “enorme apoio” que seu país recebeu do Canadá ao coordenarem questões referentes à crise de refugiados da Síria, durante conversas com o primeiro-ministro Justin Trudeau, nesta segunda-feira (18), na capital canadense Ottawa. As informações são da Agência Anadolu.

Cerca de 660.000 sírios buscaram refúgio na Jordânia, o que resultou em enorme pressão social e demográfica sobre o país de dez milhões de habitantes.

O Canadá anunciou em 2015 um programa multibilionário para auxiliar a Jordânia e acolher refugiados. Em 2018, o Canadá recebeu 28.100 dos 92.400 sírios deslocados no período, o maior índice dos 25 países de destino destes refugiados.

O rei jordaniano também afirmou admirar a “espetacular cooperação militar e de inteligência” com o Canadá.

Vizinhos jordanianos tanto no Iraque quanto na Síria, além de Trudeau, elogiaram a liderança do Rei Abdullah II nestes tempos tumultuosos. Afirmou o primeiro-ministro canadense:

“Realmente tenho de dizer que Vossa Majestade tem sido um líder extraordinariamente forte em tempos de tamanha incerteza”

Oficiais do gabinete do primeiro-ministro canadense relataram que os dois líderes conversaram sobre como promover a diversidade e reagir ao extremismo violento, além de maiores auxílios do país americano à Jordânia para lidar com as crises decorrentes da guerra civil síria, ainda em curso.

Esta foi a quinta visita do rei jordaniano ao Canadá em vinte anos.

A próxima viagem do Rei Abdullah II será à cidade de Nova Iorque, onde receberá um prêmio do Instituto Washington por sua política no Oriente próximo, particularmente devido a seus esforços para trazer paz à região.

Categorias
Ásia & AméricasCanadáJordâniaNotíciaOriente MédioSíria
Show Comments
Show Comments