Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Exército de Israel requer abertura de abrigos na área de fronteira com o Líbano

Máquinas israelenses operam perto do muro de concreto na fronteira entre Israel e Líbano, após Israel anunciar uma operação para ‘destruir túneis do Hezbollah’, em 4 de dezembro de 3018 [Mahmoud Zayyat/AFP/Getty Images]

Neste domingo (1°), o Exército de Israel fez um apelo para que cidadãos israelenses que residam a até quatro quilômetros de distância da fronteira com o Líbano instalem abrigos e escondam-se ao tocar das sirenes.

Avichay Adraee, porta-voz do exército, afirmou em uma declaração que o Exército de Israel detectou o lançamento de mísseis antitanques a partir de território libanês em direção ao estado israelense. Segundo a declaração: “há pouco tempo atrás, um míssil antitanque foi lançado do Líbano em direção a Israel na área de Avivim (norte).”

No sábado (31), o Exército de Israel anunciou intensificar a prontidão de suas forças na frente norte, a fim de antecipar qualquer cenário possível em luz das tensões de segurança.

O Líbano testemunha o agravamento das tensões de segurança após a queda de dois drones nos subúrbios ao sul da capital Beirute, controlado pelo Hezbollah, na manhã de domingo, resultando na explosão de um dos aparelhos.

A crise coincidiu com o ataque israelense contra um posto militar do Hezbollah na cidade de Aqraba, ao sul de Damasco, capital da Síria, que resultou na morte de dois combatentes do grupo libanês.

Na manhã desta segunda, três explosões foram ouvidas em postos militares da Frente Popular para a Libertação da Palestina, grupo de resistência apoiado pelo Hezbollah, no distrito de Qusaya da cidade de Zahlé, localizada nas regiões montanhosas no leste do Líbano.

Israel não assumiu responsabilidade pelo primeiro ataque nos subúrbios de Beirute, tampouco pelo terceiro ataque em Qusaya, embora o Líbano, por meio de declarações feitas por oficiais de alto escalão, acuse forças israelenses de executarem as agressões em série.

Israel, no entanto, reconheceu o ataque nos arredores de Damasco em uma declaração divulgada pelo exército israelense, ao alegar que jatos de guerra foram utilizados para atacar diversos alvos terroristas na cidade de Aqraba, a sudeste de Damasco.

Categorias
IsraelLíbanoNotíciaOriente MédioSíria
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments