Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

“Mais de 340.000 sírios voltaram para casa” diz chanceler turco

Ministros das Relações Exteriores da Turquia, Mevlut Cavusoglu (CL) e do Líbano, Gebran Bassil, em conferência de imprensa conjunta após reunião em Beirute, Líbano, em 23 de agosto de 2019 [Cem Özdel/Anadolu Agency]

Centenas de milhares de sírios deixaram a Turquia e voltaram para as cidades de onde sairam na Síria, disse hoje o ministro das Relações Exteriores do país.

“Mais de 346 mil sírios retornaram a áreas da Síria que foram liberadas de terroristas nas Operações Escudo e Ramo de Oliveira do Eufrates”, disse o chanceler turco Mevlut Cavusoglu em uma conferência de imprensa conjunta no Líbano. ao lado de seu colega libanês, Gebran Bassil, referindo-se às operações turcas desde 2016.

Falando sobre o retorno voluntário dos refugiados ao seu país, Cavusoglu disse que a Turquia pode compartilhar sua experiência com o Líbano, que também hospeda um grande número de refugiados.

A Turquia abriga cerca de 3,6 milhões de refugiados sírios, mais do que qualquer outro país do mundo. O Líbano, com 1,5 milhão, é o segundo.

Desde 2016, as operações do Escudo do Eufrates e do Ramo de Oliveira na Turquia no norte da Síria esvaziaram regiões como Al-Bab, Afrin e Azaz de combatentes curdos e terroristas do Daesh, possibilitando que sírios que fugiram da violência retornassem.

Ele ressaltou que a Turquia continuará a fornecer segurança e estabilidade ao Líbano dentro das estruturas das relações bilaterais.

Durante sua visita, Cavusoglu se reuniu com o presidente do Líbano, Michel Aoun, no Palácio Beiteddine, perto da capital do país.

Aoun, por sua vez, disse que os esforços devem ser feitos para devolver os estimados 1,5 milhão de refugiados sírios no Líbano, acrescentando que a assistência humanitária deve continuar a ser entregue a eles mesmo após seu retorno à sua terra natal.

Categorias
Europa & RússiaLíbanoNotíciaOriente MédioSíriaTurquia
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments