Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Israel e Estados Unidos reúnem-se em preparação à conferência de Manama

Então Ministro de Inteligência israelense Yisrael Katz [foto de arquivo]

O Ministro de Relações Internacionais israelense Yisrael Katz encontrou-se na sexta-feira (14) com Jason Greenblatt, enviado especial dos Estados Unidos para o Oriente Médio, a fim de discutir os desafios à frente da primeira conferência do “acordo do século”, a ser realizada em Manama, neste mês. As informações são da emissora israelense Channel 13.

Oficialmente, o governo israelense procurou manter segredo sobre o encontro na grande mídia, mas fontes confirmaram as notícias sobre a reunião à televisão israelense.

A conferência tem como foco os aspectos econômicos do “acordo do século”. Os participantes debaterão caminhos para atrair investimentos à Faixa de Gaza e Cisjordânia e aos países da região.

Entre os estados árabes que anunciaram enfaticamente sua participação estão a Arábia Saudita e os Emirados Árabes Unidos. A Organização das Nações Unidas (ONU) também anunciou que participará.

Alguns países, como Jordânia, Egito e Marrocos, negaram os relatos de sua anuência, embora tampouco declararam categoricamente declinar o convite.

A Autoridade Palestina e diversos líderes empresarios palestinos, além do Iraque, anunciaram que não participarão da conferência.

Em fevereiro, o jornal americano The New York Times revelou detalhes do “acordo do século”, obtidos de suas fontes, os quais incluem o investimento de dezenas de bilhões de dólares na Cisjordânia e Faixa de Gaza, além dos países da região, como proposta de solução ao conflito israelo-palestino.

Segundo o jornal, US$ 25 bilhões deverão ser reservados a Cisjordânia e Gaza nos próximos dez anos, além de um investimento de US$ 40 bilhões no Egito, Jordânia e talvez Líbano.

Categorias
Ásia & AméricasBahreinEstados UnidosIsraelNotíciaOriente MédioPalestine
Show Comments
Show Comments