Portuguese / English

Middle East Near You

UNRWA diz que há 330.000 toneladas de lixo acumuladas em áreas residenciais de Gaza

Uma criança é vista em uma pilha de lixo enquanto os palestinos enfrentam a ameaça de fome devido ao lixo acumulado e ao vazamento de esgoto em Deir al Balah, Gaza, em 26 de maio de 2024 [Ashraf Amra/Agència Anadolu]

A Agência das Nações Unidas de Assistência aos Refugiados da Palestina (UNRWA) alertou que mais de 330.000 toneladas de lixo se acumularam em áreas residenciais ou próximas a elas na Faixa de Gaza sitiada, acrescentando que isso poderia levar a riscos ambientais e de saúde catastróficos.

LEIA: Crianças de Gaza vivem próximas do lixo, sofrem doenças, alerta Unicef

Em um tweet no X ontem, a UNRWA disse: “Em 9 de junho, mais de 330.000 toneladas de lixo se acumularam em ou perto de áreas povoadas em #Gaza, representando riscos ambientais e de saúde catastróficos.” A agência acrescentou que as crianças vasculham o lixo diariamente.

Cerca de 270.000 toneladas de resíduos sólidos se acumularam em toda a Faixa de Gaza, de acordo com a União dos Municípios da Faixa de Gaza, e o Comitê Internacional de Resgate alerta que crianças estão morrendo de doenças evitáveis ou facilmente tratáveis em meio a uma catástrofe de saúde pública que se desdobra.

A agência enfatizou que “o acesso humanitário desimpedido, mais  “o cessar-fogo já” são cruciais para restaurar as condições de vidas humanas

Cerca de 270.000 toneladas de resíduos sólidos se acumularam em toda a Faixa de Gaza, de acordo com a União dos Municípios da Faixa de Gaza, e o Comitê Internacional de Resgate alerta que crianças estão morrendo de doenças evitáveis ou facilmente tratáveis em meio a uma catástrofe de saúde pública que se desdobra.

Categorias
IsraelNotíciaOrganizações InternacionaisOriente MédioPalestinaUNRWA
Show Comments
Palestina: quatro mil anos de história
Show Comments