Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Copa do Mundo: Eto’o pede desculpas ao ‘público’ por joelhada em youtuber argelino

Samuel Eto’o, presidente da Federação Camaronense de Futebol e ex-atleta da seleção africana [Issouf Sanogo/AFP via Getty Images]
Samuel Eto’o, presidente da Federação Camaronense de Futebol e ex-atleta da seleção africana [Issouf Sanogo/AFP via Getty Images]

Samuel Eto’o – ex-craque de Camarões e do clube espanhol Barcelona – publicou um pedido de desculpas nesta terça-feira (6), após ser flagrado em vídeo dando uma joelhada no rosto de um youtuber argelino. Eto’o foi abordado logo depois da vitória do Brasil contra a Coreia do Sul por 4×1 na segunda-feira (5), pelas oitavas de final da Copa do Mundo, em Doha, no Catar.

No vídeo que viralizou online, Eto’o – de 41 anos, atual presidente da Federação Camaronense de Futebol e embaixador da Copa do Mundo – é abordado por um grupo de torcedores que lhe pedem selfies e autógrafos, na saída do Estádio 974.

Entre o grupo, estava Said Mamouni com uma câmera de vídeo. Conforme relatos, o influencer perguntou a Eto’o se ele havia pagado propina ao árbitro na partida das eliminatórias africanas contra a Argélia, realizada em março.

A seleção argelina não se classificou para a Copa do Mundo no Catar e queixou-se à Federação Internacional de Futebol (FIFA) sobre a arbitragem, ao ponto de reivindicar uma nova partida. Desde então, o craque camaronês criou certo antagonismo com os torcedores argelinos.

LEIA: Torcedor da Inglaterra na Copa grita ‘Palestina livre!’ na transmissão ao vivo de Israel

No registro em Doha, Eto’o – claramente enraivecido – corre atrás de Mamouni, sob tentativas de terceiros para contê-lo. Eto’o conseguiu se desvencilhar e desferir uma joelhada no rosto do blogueiro. No Twitter, Eto’o admitiu envolvimento em uma “violenta altercação”.

“Gostaria de me desculpar por perder minha calma e reagir de maneira que não coincide com o meu caráter”, disse o centroavante aposentado, que passou por equipes proeminentes e bem-sucedidas, como Barcelona, Inter de Milão e Chelsea.

Não obstante, seu pedido de desculpas foi encaminhado ao “público” e não a Mamouni. Eto’o insistiu sofrer “provocação implacável e assédio diário de fãs argelinos”. “Sou alvo de insultos e alegações de trapaça sem qualquer evidência”, lamentou Eto’o.

Mamouni confirmou ter questionado sobre suposta propina ao árbitro ganês Bakary Gassama. O youtuber registrou um boletim de ocorrência junto da polícia catariana e alegou que sua câmera sofreu danos devido à agressão.

“Estou em uma delegacia para registrar uma queixa contra Eto’o, que me bateu, e um terceiro que estava com ele, que me empurrou e quebrou a minha câmera”, declarou Mamouni.

“Eu lhe perguntei como estava Gassama e se houve propina”, reconheceu o influencer. “Então, ele me bateu e destruiu minha câmera e meu microfone. Conheço meus direitos aqui no Catar. [Eto’o] me atingiu no peito, no rosto e no ombro”.

LEIA: Marrocos bate Espanha nos pênaltis e se classifica paras as quartas da Copa

Categorias
ÁfricaArgéliaCamarõesCatarCopa do Mundo Catar 2022FIFANotíciaOrganizações Internacionais
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments