Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Seleção holandesa agenda reunião com trabalhadores imigrantes no Catar

1
Trabalhadores da construção civil no Lusail Iconic Stadium em Doha, Qatar. Local para a Copa do Mundo FIFA Catar 2022, em 21 de dezembro de 2019 em Doha, Catar. [Matthew Ashton - AMA/Getty Images]

A seleção holandesa de futebol terá tempo durante sua estadia no Catar para conversar com imigrantes que ajudaram a construir os estádios para a Copa do Mundo, disse o técnico Louis van Gaal nesta sexta-feira,segundo a Reuters.

A equipa vai encontrar-se com um grupo de cerca de 20 migrantes no dia 17 de novembro para falar sobre as suas condições de trabalho e dar-lhes a oportunidade de se juntarem aos jogadores em treinos.

A KNVB holandesa é uma das poucas associações de futebol a criticar os direitos humanos e as condições de trabalho no Catar, onde trabalhadores migrantes e estrangeiros compõem a maioria da população de 2,8 milhões.

O país está sob severo monitoramento de grupos de direitos humanos sobre a questão dos migrantes no período que antecede o torneio, que acontece de 20 de novembro a 18 de dezembro.

No ano passado, o governo do Catar negou as revelações constantes de um relatório da Anistia Internacional, de que milhares de trabalhadores migrantes estavam sendo presos e explorados.

Van Gaal disse que o encontro com os imigrantes foi feito para dar atenção às condições muitas vezes difíceis sob as quais os estádios e outras infraestruturas para o torneio foram construídos antes que o foco da equipe mude totalmente para a Copa do Mundo em si.

LEIA: Fifa rejeita camisa da seleção da Dinamarca sobre de direitos humanos

“É claro que será uma situação um pouco fabricada, mas o fato de estarmos dispostos a fazer isso diz algo sobre as ideias da KNVB e desta equipe”, disse Van Gaal sobre a reunião.

“Mas depois da hora com os imigrantes, o foco precisa mudar para o Senegal”, disse Van Gaal, referindo-se ao primeiro adversário da Holanda no Grupo A, no Catar, em 21 de novembro.

No início deste ano, Van Gaal disse que achava ridículo que a Copa do Mundo estivesse sendo disputada no Catar, pois acusou a entidade que comanda o futebol mundial, a FIFA, de levar o torneio para o emirado do Oriente Médio por motivos financeiros e comerciais.

Categorias
CatarCopa do Mundo Catar 2022Europa & RússiaHolandaNotíciaOriente Médio
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments