Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Líder de extrema direita da França pede fechamento de mais mesquitas

1
Marine Le Pen, líder do partido de extrema-direita francesa Rassemblement National (RN), em 24 de abril de 2022 [Agência François Pauletto/Agência Anadolu]

A política de extrema direita da França, Marine Le Pen, exigiu o fechamento de mais mesquitas no país, segundo a agência de notícias Anadolu.

Sua demanda vem apesar do fechamento de 24 mesquitas na França nos últimos dois anos por ordem do ministro do Interior, Gerald Darmanin.

Em entrevista ao canal de TV francês BFMTV, Marine Le Pen disse: “Ele (Darmanin) fecha uma mesquita lá, uma mesquita aqui. Ele dispensa um pregador de vez em quando, mas deve fechar todas as mesquitas extremistas em nossas terras”.

Questionada sobre seus critérios para o fechamento, ela disse que todos os muçulmanos que têm “retórica radical” devem ser deportados.

No ano passado, em agosto, a mais alta autoridade constitucional da França aprovou uma controversa lei “anti-separatismo” que foi criticada por destacar os muçulmanos.

O projeto de lei foi aprovado pela Assembleia Nacional no verão passado, apesar da forte oposição de legisladores de direita e de esquerda.

LEIA: Após véu islâmico, França cria polêmica com o burkini

Tocando no próximo julgamento do ministro da Justiça, Eric Dupond-Moretti, em um caso de conflito de interesses, Le Pen exigiu que o presidente Emmanuel Macron o removesse do cargo.

Além disso, em uma investigação aberta contra Alexis Kohler, secretário-geral do Eliseu, sob acusação de conflito de interesses, Le Pen perguntou: “Emanuel Macron quer manter alguém suspeito de conflitos de interesse em uma posição tão crítica?”

Seu partido Rally Nacional irá propor um projeto de lei para a remoção de Kohler, disse ela.

Em relação às sanções à Rússia, ela afirmou que as sanções da França contra a Rússia não deram certo, acrescentando que as sanções deixaram os franceses em uma situação difícil.

A Rússia teve uma receita adicional de € 40 bilhões com as exportações de petróleo durante esse período, disse ela.

Le Pen disse que este inverno e o próximo serão ainda mais difíceis por causa do corte de fornecimento de gás de Moscou para a França, acrescentando que as sanções foram impensadas.

Categorias
ÁfricaArgéliaEuropa & RússiaFrançaMarrocosNotíciaTunísiaTurquia
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments