Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Não há razão para interromper apoio a ongs palestinas, reafirma Europa

Sven Kühn von Burgsdorff, chefe da missão da União Europeia para Cisjordânia e Gaza, em 24 de novembro de 2021 [Said Khatib/AFP via Getty Images]

Sven Kühn von Burgsdorff, chefe da missão da União Europeia para Cisjordânia e Gaza, reiterou que o apoio deferido pelo bloco a ongs palestinas invadidas por forças israelenses nesta quinta-feira (18) não será interrompido.

Durante visita à Fundação al-Haq, na cidade de Ramallah, diplomatas europeus condenaram o fechamento da sede da instituição, junto de outras seis ongs palestinas, além da apreensão de documentos, computadores e outros pertences.

Burgsdorff afirmou que não há razão para descontinuar a colaboração entre as partes apesar dos esforços israelenses para criminalizar as organizações de direitos humanos, ao rotulá-las como “terroristas”.

“Expressamos nossa solidariedade a nossos parceiros, que apoiamos há muitos e muitos anos”, reafirmou o emissário europeu. Burgsdorff também enalteceu o profissionalismo e a eficiência dos trabalhadores das associações em questão – muitos deles, voluntários.

Israel classificou as ongs como “entidades terroristas”, mas a União Europeia contestou as alegações de desvio de recursos a grupos militantes como infundadas.

No Twitter, a delegação europeia para os territórios ocupados reiterou a solidariedade do bloco com as organizações alvejadas pela campanha israelense. “A União Europeia continuará ao lado da lei internacional e de ongs que exercem um papel essencial em promovê-la, junto de direitos humanos e valores da democracia”.

Categorias
IsraelNotíciaOrganizações InternacionaisOriente MédioPalestinaUnião Europeia
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments