Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Hamas pede ação urgente para proteger Al-Aqsa de escavações israelenses

Domo da Rocha em Jerusalém ocupada, 18 de abril de 2022 [Ahmad Gharabli/AFP via Getty Images]

O Hamas fez um apelo por ações urgentes para proteger a Mesquita de Al-Aqsa de escavações israelenses que põem em risco sua estrutura.

Em nota divulgada nesta quinta-feira (23), o movimento radicado na Faixa de Gaza alertou: “As escavações continuamente conduzidas pela ocupação sionista nas áreas do Muro de al-Buraq e dos palácios omíadas representam uma ameaça direta aos alicerces da mesquita sagrada de Al-Aqsa e uma tentativa de obliterar os marcos históricos e islâmicos de Jerusalém”.

O Hamas responsabilizou Israel pelas repercussões das sucessivas violações e instou a Liga Árabe, a Organização para Cooperação Islâmica (OCI) e o governo da Jordânia, que detém custódia do complexo sacro, a “agir urgentemente para impedir esses esquemas coloniais maliciosos e proteger Jerusalém e a Mesquita de Al-Aqsa”.

Previamente, o Conselho de Recursos Islâmicos e Santuários da cidade de Jerusalém expressou “extrema apreensão” sobre as escavações conduzidas por Israel nos arredores de Al-Aqsa.

O conselho relatou em comunicado que a Autoridade de Antiguidades de Israel e a associação do assentamento ilegal de Elad conduzem “escavações suspeitas e misteriosas” no perímetro, sobretudo perto dos muros sul e leste da mesquita.

Autoridades israelenses não comentaram as denúncias até então.

LEIA: ‘Al Aqsa não aceita divisão ou colaboracionismo’, insiste Hamas

Categorias
IsraelNotíciaOriente MédioPalestina
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments