Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

6.9 milhões de pessoas sofrem insegurança alimentar na Somália

A Somália enfrenta secas alarmantes e insegurança alimentar sistêmica, que ameaça a vida de 6.9 milhões de pessoas

O Comitê Nacional de Controle de Estiagem da Somália confirmou nesta quinta-feira (16) que 6.9 milhões de pessoas enfrentam falta de água e insegurança alimentar, à medida que a pior seca das últimas décadas assola a região. As informações são da agência Anadolu.

A estiagem atingiu 90% do território e 66 distritos do país.

Em nota, Abdirahman Abdishakur Warsame, recém empossado representante humanitário do presidente Hassan Sheikh Mohamud, expressou receios de que o número de pessoas afetadas chegue a oito milhões nos próximos meses — isto é, metade da população.

A Organização das Nações Unidas (ONU) e agências internacionais estimam que o número de residentes na Somália que dependem de socorro humanitário esteja em torno de 7.7 milhões, incluindo 5.5 milhões de famílias em situação de vulnerabilidade.

LEIA: Explosão mata cinco soldados na Somália

 

Categorias
ÁfricaNotíciaONUOrganizações InternacionaisSomáliaVídeos & Fotojornalismo
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments