Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Houthis libertam 14 estrangeiros detidos no Iêmen, diz Ministério das Relações Exteriores de Omã

O sultão Haitham bin Tariq de Omã, Mascate, em 21 de fevereiro de 2020 [Andrew Caballero-Reynalds/AFP/Getty Images]

O Ministério das Relações Exteriores de Omã disse ontem que facilitou a libertação de 14 estrangeiros que foram detidos pelo grupo Houthi na capital iemenita, Sanaa, e os transferiu para Mascate.

O ministério disse em um comunicado que os libertados incluem um “homem britânico, sua esposa e filho, sete cidadãos indianos, um filipino, um indonésio, um etíope e um cidadão de Mianmar”. O ministério não forneceu detalhes sobre o que levou à sua detenção.

A declaração acrescentou que a facilitação de Omã veio “em conformidade com as altas ordens do sultão de Omã, Haitham Bin Tariq, para trabalhar em pedidos recentes dos governos do Reino Unido, Indonésia, Índia e Filipinas para ajudar na libertação de vários dos seus nacionais detidos”.

“Depois de se comunicar com a Arábia Saudita para facilitar a emissão das licenças necessárias, todos os 14 foram transferidos em um avião da Força Aérea Real de Omã para a capital de Omã, em preparação para seu retorno a seus países”, disse o ministério, acrescentando que os houthis eram responsivos aos esforços.

O empobrecido Iêmen vem testemunhando um conflito sangrento entre os houthis e forças leais ao governo apoiado pela ONU desde setembro de 2014. A guerra se intensificou quando uma coalizão liderada pela Arábia Saudita interveio em março de 2015 controlando o espaço marítimo e aéreo do Iêmen. Omã não é membro da coalizão.

LEIA: Conversas entre Irã e Arábia Saudita são retomadas em Bagdá, segundo imprensa

Categorias
ÁfricaArábia SauditaÁsia & AméricasEtiópiaEuropa & RússiaIêmenÍndiaIndonésiaMyanmarNotíciaOmãOriente MédioReino Unido
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments