Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Oposição quer assumir o assento sírio na Liga Árabe

Secretário-Geral da Liga Árabe Ahmed Aboul Gheit na Cidade do Kuwait, em 30 de janeiro de 2022 [Jaber Abdulkhaleg/Agência Anadolu]

Membros da Coalizão Nacional de Forças Revolucionárias e de Oposição da Síria reuniram-se com o Secretário-Geral da Liga Árabe Ahmed Aboul Gheit para discutir o assento vago do país levantino na organização regional.

Em novembro de 2011, a Liga Árabe congelou a filiação de Damasco, após o presidente Bashar al-Assad adotar meios violentos para reprimir uma revolução popular por democracia.

Em maio de 2013, ministros de política externa dos países árabes cederam o assento à coalizão oposicionista. Até o ano seguinte, políticos revolucionários compareceram às reuniões de cúpula; contudo, deixaram de ser convidados sob divergências políticas dos estados-membros.

Neste domingo (6), a coalizão confirmou no Twitter que o encontro com Aboul Gheit abordou “o papel da Liga Árabe como avalista da transição política na Síria”, além da necessidade de isolar o atual regime, sem legitimidade política ou econômica para negociar uma solução à crise.

LEIA: Liga Árabe evita citar Rússia em comunicado da Ucrânia

“Aboul Gheit ouviu com interesse a delegação da coalizão”, afirmou em comunicado a entidade regional. “Aboul Gheit destacou que a solução política permanece como única saída para a crise e é preciso fazer todo o possível para superar a tragédia”.

No fim do último ano, o chanceler emiradense Abdullah Bin Zayed al-Nahyan visitou Assad para reaproximar as partes e restituir laços econômicos.

Em 2018, os Emirados Árabes Unidos reabriram embaixada na capital síria, seguido por Bahrein. A embaixada do regime assadista em Manama, segundo relatos, também opera normalmente.

Apesar da pressão dos Estados Unidos, o regime emiradense enviou uma grande delegação de negócios à Feira Internacional de Damasco, meses após reabrir sua missão diplomática no país assolado pela guerra civil há mais de dez anos.

Voos diretos entre Damasco e cidades emiradenses, como Dubai e Sharjah, foram retomados em 20 de junho do último ano, confirmou o Ministério dos Transportes da Síria.

Categorias
Liga ÁrabeNotíciaOrganizações InternacionaisOriente MédioSíria
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments