Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Parlamentar tunisiano sofre risco de morte na prisão, alerta partido Ennahda

Noureddine Bhiri, parlamentar tunisiano, conversa com jornalistas ao chegar à sede de seu partido Ennahda, em Túnis, 21 de fevereiro de 2013 [FETHI BELAID/AFP via Getty Images]

O partido tunisiano Ennahda reivindicou a libertação imediata de seu vice-presidente Noureddine Bhiri, ao alertar para “risco de morte” do parlamentar em greve de fome.

“Considerando a intransigência da autoridade existente e sua recusa em cumprir os requisitos da lei para libertar o prisioneiro Noureddine Bhiri, sua saúde chegou a uma situação de perigo extremo, à margem da morte”, declarou o movimento político em comunicado.

“O Ennahda responsabiliza plenamente a autoridade existente pela vida de Noureddine Bhiri”, acrescentou o partido, ao demandar do governo que revogue sua prisão e conceda ao parlamentar o devido tratamento médico, após duas semanas de greve de fome.

O Alto Comissariado das Nações Unidas para Direitos Humanos exortou o governo, instaurado por decreto pelo presidente Kais Saied, a libertar seus prisioneiros políticos, ao advertir para a “deterioração das condições de direitos humanos” no país norte-africano.

Entre os presos, está também Fathi al-Balady, ex-funcionário do Ministério do Interior.

LEIA: ONU manifesta preocupação sobre direitos humanos na Tunísia

Categorias
ÁfricaNotíciaTunísia
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments