Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Conselho Soberano do Sudão acolhe proposta de diálogo das Nações Unidas

Abdel Fattah al-Burhan, presidente do Conselho Soberano do Sudão, durante exercício militar na região de Maaqil, norte do Sudão, 8 de dezembro de 2021 [Mahmoud Hjaj/Agência Anadolu]

O Conselho Soberano do Sudão acolheu a iniciativa da Organização das Nações Unidas (ONU) para facilitar o diálogo entre as partes no país norte-africano, a fim de solucionar a atual crise política, segundo informações da agência Anadolu.

O anúncio foi feito durante reunião realizada no Palácio da República, comandada pelo presidente do conselho, Abdel Fattah al-Burhan.

O conselho transicional pediu apoio da União Africana aos esforços de diálogo intra-sudanês. Além disso, destacou urgência em designar um governo interino para preencher o vácuo executivo deixado pela renúncia do ex-premiê Abdallah Hamdok, em 2 de janeiro.

As Nações Unidas lançaram o processo político no último sábado (8).

Volker Perthes, chefe da Missão de Assistência à Transição Integrada no Sudão, formalizou a iniciativa após consultas com representantes sudaneses e parceiros internacionais.

“O processo político facilitado pela ONU tem como objetivo apoiar as partes interessadas em nome de um consenso para superar a atual crise política e encontrar um caminho sustentável em direção a paz e democracia”, comentou Perthes em coletiva de imprensa.

O Sudão vivencia protestos massivos quase cotidianos, após Al-Burhan, comandante máximo do exército, declarar “estado de emergência” em 25 de outubro e dissolver o governo.

Hamdok foi destituído e restaurado ao cargo, sob um controverso acordo com al-Burhan. Contudo, renunciou horas após a morte de três manifestantes contrários ao golpe militar.

LEIA: Renúncia do premiê do Sudão deixa perigoso vácuo político

Categorias
ÁfricaNotíciaONUOrganizações InternacionaisSudão
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments