Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

‘Marrocos tem armamento avançado, então a Argélia quer um sistema de defesa chinês’

1
Militares argelinos em Oran, Argélia, em 16 de dezembro de 2020 [Mousaab Rouibi/Agência Anadolu]

O site MENA Defense revelou que o exército argelino comprou um sofisticado sistema chinês de guerra eletrônica, porque o Marrocos obteve sistemas avançados de armas da Turquia e de outras fontes. O sistema chinês é capaz de bloquear as comunicações inimigas e detectar radares em um alcance de centenas de quilômetros.

De acordo com meios de comunicação ligados à Frente Polisário, apoiada pela Argélia, que luta pela independência do Sahara Ocidental de Marrocos, o exército argelino é agora capaz de combater os drones armados utilizados pelas forças armadas marroquinas. O reino tem cerca de 20 drones, que foram comprados de Israel e da Turquia.

Nas últimas semanas, o Exército Real Marroquino inaugurou a primeira base militar dedicada à defesa aérea que depende do sistema chinês conhecido como FD-2000B. O site Defensa, especializado em notícias de defesa global, disse no sábado que o sistema é o primeiro a ser usado pelo Marrocos para enfrentar ameaças aéreas de longo alcance. O sistema foi instalado em Sidi Yahya El Gharb, a 60 km da capital Rabat, e é um dos quatro sistemas de defesa que Marrocos solicitou à China desde 2017.

LEIA: Saara Ocidental: luta anticolonial invisível

Categorias
ÁfricaArgéliaÁsia & AméricasChinaMarrocosNotícia
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments