Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Parlamentar líbio diz que há conspiração contra eleição do general Haftar

Presidente da Câmara dos Representantes da Líbia, Aguila Saleh Issa, em Rabat, Marrocos, em 24 de junho de 2021. [Jalal Morchidi/Agência Anadolu]

Os planos do Presidente do Parlamento Líbio, Águila Saleh, de concorrer às eleições presidenciais marcadas em dezembro, foram interpretados ontem pelo deputado Ziad Daghim como sinal de prevenção contra possível ameaças à candidatura do general Haftar.

“Estamos muito surpresos com o anúncio de Águila, e não há explicação para sua decisão de concorrer contra o marechal de campo Haftar, exceto que ele está ciente de uma conspiração estrangeira que será executada pelo chefe da comissão de eleições nacionais da Líbia, Imad Al-Sayeh , a fim de reduzir as opções do povo líbio “, disse Daghim.

Saleh, 77, que lidera a Câmara dos Representantes da Líbia desde 2014, anunciou sua candidatura em um vídeo na quarta-feira, tornando-o o mais recente candidato a se juntar à disputa pelo cargo mais alto do país após anos de guerra civil.

As eleições devem ser realizadas em 24 de dezembro, mas enfrentam incertezas crescentes depois que dois candidatos controversos declararam sua candidatura. Na semana passada, Saif Al-Islam, filho do governante de longa data do país, Muammar Gaddafi, e o poderoso comandante militar renegado Khalifa Haftar apresentaram suas propostas para concorrer.

Nos últimos anos, Saleh atraiu a ira de muitas pessoas ao apoiar o ataque fracassado de Haftar a Trípoli, sede do governo reconhecido pela ONU.

LEIA: Haftar envia seu filho a Israel para pedir apoio político e militar

Categorias
ÁfricaLíbiaNotícia
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments