Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Israel afirma não ter certeza de quando o Marrocos nomeará um enviado

Embaixador de Israel no Marrocos, David Govrin, 24 de março de 2017 [YouTube]

Israel apoia negociações diretas entre as partes envolvidas no conflito do Saara Ocidental, disse o recém-nomeado embaixador no Marrocos, David Govrin.

Ele negou conhecimento do uso de drones pelo Marrocos contra a Frente Polisário no Saara.

Govrin recusou-se a responder às perguntas dos jornalistas sobre a suposta compra de Rabat do spyware fabricado pela Pegasus, dizendo: “Prefiro não responder a esta pergunta”.

Marrocos e Israel restabeleceram laços em dezembro do ano passado, depois que os EUA concordaram em reconhecer a soberania de Rabat sobre o Saara Ocidental. Até agora, porém, o Marrocos não nomeou seu enviado a Tel Aviv.

Questionado sobre quando isso aconteceria, Govrin disse: “Não há uma data específica, mas, como se sabe, fui nomeado embaixador de Israel no Marrocos, e esperamos que o Marrocos nomeie um embaixador para ele em breve”.

O Marrocos está em conflito com o grupo separatista Polisário apoiado pela Argélia sobre o Saara Ocidental desde 1975, após o fim da ocupação espanhola. Transformou-se em um confronto armado que durou até 1991 e terminou com a assinatura de um acordo de cessar-fogo.

Rabat insiste no seu direito de governar a região, mas propôs um regime autônomo no Saara Ocidental sob a sua soberania, embora a Frente Polisário queira um referendo para permitir que o povo determine o futuro da região. A Argélia apoia a proposta da Frente e acolhe refugiados da região.

O cessar-fogo de 1991 terminou no ano passado, depois que Marrocos retomou as operações militares na passagem de El Guergarat, uma zona-tampão entre o território reivindicado pelo estado de Marrocos e a autodeclarada República Árabe Sahrawi Democrática, o que a Polisário considerou uma provocação.

Ao lançar a operação, Marrocos “minou seriamente não apenas o cessar-fogo e os acordos militares relacionados, mas também quaisquer chances de alcançar uma solução pacífica e duradoura para a questão da descolonização do Saara Ocidental”, disse Brahim Ghali, líder da Frente Polisário, em uma carta à ONU.

LEIA: Normalizar laços com Israel é um ‘crime’, diz partido marroquino

Categorias
ÁfricaIsraelMarrocosNotíciaOriente MédioPalestina
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments