Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

O Partido das Forças Cristãs busca uma guerra civil no Líbano, afirma Hezbollah

Hassan Nasrallah, o chefe do movimento militante muçulmano xiita Hezbollah do Líbano, fala através de uma tela gigante em uma mesquita em Beirute em 1º de novembro de 2019 [AFP/Getty Images]

O partido das Forças Cristãs Libanesas está procurando arrastar o país para uma guerra civil, advertiu ontem o chefe do Hezbollah, Hasan Nasrallah.

Falando em um funeral de membros do Hezbollah mortos durante violentos confrontos na quinta-feira, Nasrallah acusou o partido de “matar manifestantes”.

Dirigindo-se ao chefe do partido, Samir Geagea, Nasrallah disse: “Não faça um erro de cálculo. Seja sábio e comporte-se. Aprenda uma lição de todas as suas guerras e de todas as nossas guerras”.

“A verdadeira agenda do partido das Forças Libanesas é a guerra civil porque leva ao deslocamento de cristãos e os confina a uma determinada área e, portanto, ao estabelecimento de um cantão cristão dominado pelo partido das Forças, onde não há espaço para mais ninguém”, disse ele.

LEIA: ‘Não seremos arrastados a uma nova guerra civil’, afirma Hezbollah

Nasrallah acrescentou que o Hezbollah tem cem mil combatentes treinados, em um aviso que parece mostrar a força do grupo, mesmo contra as forças armadas libanesas que totalizam 85 mil.

As tensões sobre a investigação da explosão de Beirute levaram à violência em Beirute, com sete mortos no tiroteio que se originou dos protestos da semana passada.

Pelo menos seis pessoas foram mortas em um tiroteio durante um protesto em Beirute, Líbano – Charge [Sabaaneh/Monitor do Oriente Médio]

Categorias
LíbanoNotíciaOriente Médio
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments