Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Autoridade Palestina acusa Israel de usar territórios palestinos como ‘aterro sanitário’

O primeiro-ministro palestino Muhammad Shtayyeh preside a reunião de gabinete semanal em seu escritório perto de um pôster do falecido líder palestino Yasser Arafat na cidade de Ramallah, na Cisjordânia, em 17 de agosto de 2020 [Nasser Nasser/POOL/AFP via Getty Images]

O primeiro-ministro da Autoridade Palestina acusou Israel, na terça-feira, de usar os territórios palestinos como um aterro sanitário para “lixo sólido, químico e eletrônico”, relatou a Agência Anadolu. Muhammad Shtayyeh fez seu comentário durante uma reunião em Ramallah com a cônsul geral britânica em Jerusalém, Diane Corner.

A funcionária britânica entregou um relatório financiado pelo Reino Unido sobre a política de mudança climática nos territórios palestinos ocupados, explicou o gabinete de Shtayyeh. Ela disse que o relatório enfoca o impacto econômico da mudança climática.

De acordo com Shtayyeh, os maiores desafios ambientais enfrentados pelos palestinos são os assentamentos israelenses e seus resíduos. Ele ressaltou que Israel não só continua a controlar os recursos naturais da Palestina, mas também usa a terra palestina como um aterro sanitário.

LEIA: Premiê palestino condena projeto colonial israelense no Túmulo dos Patriarcas

O primeiro-ministro acrescentou que o relatório britânico destaca as dificuldades causadas pela ocupação israelense e a importância de garantir a capacidade dos palestinos de usar os recursos naturais dos territórios ocupados, principalmente água e terra. Isso é essencial para enfrentar os desafios das mudanças climáticas.

A AP está se preparando para participar da conferência sobre mudanças climáticas programada para acontecer na Escócia entre 31 de outubro e 12 de novembro.

Categorias
IsraelNotíciaOriente MédioPalestina
Show Comments
Show Comments